domingo, 6 de dezembro de 2009

Música: Yesterday - The Beatles


A letra de "Yesterday", uma das mais emblemáticas canções de Paul McCartney e dos Beatles, foi escrita em Portugal, dentro de um carro, no trajeto de cinco horas, por estradas más, na altura, entre Lisboa e Faro. Foi o próprio McCartney que o confessou no livro "Yesterday And Today", editado em 1995 nos 30 anos da canção. Ele teve a idéia da música em um sonho... Ele sonhou com a melodia e na hora que acordou correu para o piano e escreveu uma das mais belas canções de todos os tempos...





Yesterday (Ontem)


Ontem
Todos os meus problemas pareciam tão distantes
Agora parece que eles vieram pra ficar
Oh, eu acredito
No passado

De repente
Não sou metade do homem que costumava ser
Existe uma sombra pairando sobre mim

Oh ontem
Veio de repente

Por que ela
Teve que ir eu não sei
Ela não me disse
Eu disse
Algo de errado e agora eu sinto falta
Do ontem

Ontem
O amor era um jogo tão fácil de se jogar
Agora eu preciso de um lugar pra me esconder
Oh eu acredito
No passado

Por que ela
Teve que ir eu não sei
Ela não me disse
Eu disse
Algo de errado e agora eu sinto falta
Do ontem

Ontem
O amor era um jogo tão fácil de se jogar
Agora eu preciso de um lugar pra me esconder
Oh eu acredito
No passado

Pennsamento: Sócrates



"Uma vida não refletida
é uma vida que não vale a pena ser vivida"

Sócrates



Música: At The End Of A Rainbow - Earl Grant



No final de um arco-íris

(At The End Of A Rainbow)


No final de um arco-íris

Você encontra um pote de ouro

No final de uma história

Você percebe que tudo já foi dito

Mas nosso amor tem um tesouro

Que nossos corações sempre poderão gastar

E ele tem uma história

Sem qualquer final

No final de um rio

As águas interrompem sua correnteza

No final de um caminho

Não há mais para onde ir

Mas apenas diga que me ama

E que você é só minha

E nosso amor crescerá

Até o final dos tempos


segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Reflexão: Vida



"Vida.... tão frágil, porém ainda sim
a coisa mais sublime que existe no Universo."

Filme: Diário de uma Paixão [The Notebook, 2004]


Sinopse: O filme começa em um asilo, onde um bondoso senhor se propõe a ajudar uma paciente com problemas na memória, contando a ela uma bela história de amor sobre dois jovens de classes sociais diferentes separados pela guerra, se reencontrando anos depois para firmar este amor impossível.

» Direção: Nick Cassavetes
» Roteiro: Jan Sardi, Jeremy Leven
» Gênero: Drama/Romance
» Origem: Estados Unidos
» Duração: 123 minutos
» Tipo: Longa-metragem

Opinião: Amo cada pequeno e belo detalhe deste filme. Sem dúvidas, Nick Cassavetes o fez tal qual um artista que trabalha bem os pormenores de sua obra. Pra mim, romance sem um pouquinho de drama não constitui romance em sua essência. E como sempre... deixo minha opinião sobre um determinado trecho do filme... Existe uma bela cena em que a personagem Allie retorna à sua cidade natal para rever seu primeiro amor. Fiquei admirado com a cena... a personagem conseguiu colocar um brilho no olhar, dá até pra perceber seus olhos observando cada detalhe do local... dá pra ouvir o canto dos pássaros, o vento acariciando seu rosto, o caminhar das águas... como o diretor conseguiu colocar tanta beleza nesta cena? E depois a sequência do diálogo sem palavras de Noah e a sorriso de Allie fecham o que eu diria de uma das cenas mais belas dos "Clássicos Contemporâneos".



Frase do Filme:

"Romances de verão terminam por diversas razões.
Mas geralmente, eles tem uma coisa em comum.
São como estrelas cadentes.
Um fantástico momento de brilho nos céus.
Um fugaz relance de eternidade.
E no instante seguinte...
Desaparecem."

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Viver "realmente"


"Você descobrirá, ao olhar para trás e contemplar sua vida,
que os momentos em que realmente viveu
foram aqueles em que fez as coisas com amor"

Henry Drummond

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Felicidade Suprema - Gibran


"Sim, a felicidade suprema existe:
está em conduzir teu rebanho a um verde pasto,
e em pôr teu filhinho na cama,
e em escrever a última linha de teu poema."

Khalil Gibran



Só choro...


"Só choro... as vezes porque a vida me parece bela...
o sol, as cores, as coisas...
Mas é de emoção, não de dor. Tá tudo certo..."



Um Retrato Singular


"Sabendo que desejas conhecer quanto vou narrar, existindo nos nossos tempos um homem, o qual vive atualmente de grandes virtudes, chamado Jesus, que pelo povo é inculcado o profeta da verdade, e os seus discípulos dizem que é filho de Deus, Criador do céu e da terra e de todas as coisas que nela se acham e que nela tenham estado; em verdade, Ó César, cada dia se ouvem coisas maravilhosas desse Jesus: ressuscita os mortos, cura os enfermos, em uma só palavra: é um homem de justa estatura e é muito belo no aspecto, e há tanta majestade no rosto, que aqueles que o vêem são forçados a amá-lo ou temê-lo. Tem os cabelos da cor da amêndoa bem madura, são distendidos até as orelhas, e das orelhas até as espáduas, são da cor da terra, porém mais reluzentes.

Tem no meio da fronte uma linha separando os cabelos, na forma em uso nos nazarenos, o seu rosto é cheio, o aspecto é muito sereno, nenhuma ruga ou mancha se vê em sua face, de uma cor moderada; o nariz e a boca são irrepreensíveis.

A barba é espessa, mas semelhante aos cabelos, não muito longa, mas separada pelo meio, seu olhar é muito afetuoso e grave; tem os olhos expressivos e claros, o que surpreende é que resplandecem no seu como os raios do Sol, porém ninguém pode olhar fixo o seu semblante, porque quando resplende, apavora, e quando ameniza, faz chorar; faz-se amar e é alegre com gravidade.

Diz-se que ninguém nunca o viu rir, mãos muito belos; na palestra, contenta muito, mas o faz raramente e, quando dele se aproxima, verifica-se que é muito modesto na presença e na pessoa. É o mais belo homem que se possa imaginar, muito semelhante à sua mãe, a qual é de uma rara beleza, não se tendo, jamais visto uma mulher tão bela, porém se a majestade Tua, ó César, deseja vê-lo, como no aviso passado escreveste, dá-me ordens, que não faltarei em manda-lo o mais depressa possível.

De letras, faz-se admirar de toda cidade de Jerusalém; ele sabe todas as ciências e nunca estudou nada. Ele caminha descalço e sem coisa alguma na cabeça. Muitos se riem, vendo-o assim, porém em sua presença, falando com ele, tremem e admiram.

Dizem que um tal homem nunca fora ouvido por estas partes. Em verdade, segundo me dizem os hebreus, não se ouviram jamais, tais conselhos, de grande doutrina, como ensina este Jesus; muitos judeus o têm como Divino e muitos me querelam, afirmando que é contra a lei de Tua Majestade; eu sou grandemente molestado por estes malignos hebreus.

Diz-se que este Jesus nunca fez mal a quem quer que seja, mas, ao contrário, aqueles que o conhecem e com ele tem praticado, afirmam ter dele recebido grande benefícios e saúde, porém à tua obediência estou prontíssimo, aquilo que Tua Majestade ordenar será cumprido.

Vale, da Majestade Tua, fidelíssimo e obrigadíssimo... Públio Lêntulo, presidente da Judéia.".




(Este documento foi encontrado no arquivo do Duque de Cesadini, em Roma. Essa carta, onde se faz o retrato físico e moral de Jesus, foi mandada de Jerusalém ao Imperador Tibério César, em Roma, ao tempo de Jesus). (Publicado no Correio Fraterno do ABC Nº 364 de Maio de 2001)

sábado, 26 de setembro de 2009

Frases: Ayrton Senna


Nosso eterno ídolo dá a receita do sucesso:


"Vocês nunca conseguirão saber o que um piloto
sente quando vence uma prova.
O capacete oculta sentimentos incompreensíveis."

"Podem ser encontrados aspectos positivos
até nas situações negativas e é possível utilizar tudo isso
como experiência para o futuro,
seja como piloto, seja como homem."

"Quando Deus quer, não há quem não queira."

"Ele (Deus) é o dono de tudo.
Devo a Ele a oportunidade que tive de chegar onde cheguei.
Muitas pessoas têm essa capacidade, mas não têm a oportunidade.
Ele a deu prá mim, não sei porque.
Só sei que não posso desperdiçá-la."

"No que diz respeito ao desempenho, ao compromisso,
ao esforço, à dedicação, não existe meio termo.
Ou você faz uma coisa bem-feita ou não faz."

"Os ricos não podem mais viver numa ilha
rodeada por um mar de pobreza.
Nós respiramos, todos, o mesmo ar.
Devemos dar a cada um, uma chance,
ao menos uma chance fundamental."

"Se você quer ser bem sucedido, precisa ter dedicação total,
buscar seu último limite e dar o melhor de si mesmo."

"Nesses dez anos de Fórmula 1 minhas maiores
alegrias vieram da torcida. Do Brasil."



Relíquia: 11 Títulos Mundiais reunidos:
Senna (3), Proust (4), Mansell (1) e Piquet (3)

Anos Dourados da F1

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Reflexões sobre Mahmoud Ahmadinejad



Mahmoud Ahmadinejad


Interessante as declarações dos órgãos de imprensa sobre a figura do Presidente do Irã. Todos estão muito preocupados com a questão das pesquisas nucleares que este país está realizando, todos se dizem muito preocupados com a "segurança mundial", mas se analizarmos os acontecimentos desta década, certos dados, com certeza teremos uma melhor noção de onde verdadeiramente vem o perigo. O ex-presidente dos EUA George W. Bush desconsiderando as próprias exigencias da ONU (ao qual o país é membro PERMANENTE) atacou o Iraque, matou Saddam Hussein, promoveu a morte de mais de 700.000 civis (fonte), 4.000 norte-americanos, produziu 4 milhões de refugiados, fez com que uma grande quantidade de empresas norte-americanas faturassem 275 bilhões com esta guerra e por aí vai....





Quanto ao Afeganistão, o governo americano jamais conseguiu estabelecer a ordem que disseram levar àquele país. Ao invés disto o que vimos foram: uma grande quantidade de soldados estrangeiros mortos (fonte), um acréscimo de 50% na produção de papoula que segundo pesquisas servem para fabricar cerca de 92% da heroína consumida no mundo (fonte). Esta informação é bem interessante porque depois do petróleo e das armas, as drogas são o que mais movimenta dinheiro no mundo. E o mais intrigante... Iraque e Afeganistão fazem fronteira com o próprio Irã. Será que poderíamos concluir que os EUA estão querendo manter duas bases militares nas duas fronteiras com o Irã, seu arqui-inimigo, interessante, não?



Você está saindo do A"Destruído"nistão


Voltando o foco para as declarações sobre o presidente do Irã, temo que aconteça com ele o mesmo que aconteceu com Saddam e com o primeiro ministro do Irã em 1953, Mohammad Mossadegh... admiro a sua audaciosa luta contra o imperialismo americano, mesmo com poucos aliados tais como Chavez. Que Alá esteja com ele.... e pra fechar este post, faço questão de colocar o melhor discurso anti-imperialista que já vi, feito pelo próprio Ahmadinejad.





Palavras de Ahmadinejad:



Os "Líderes da arrogância" (governo americano) mentem.
Alguns deles até fingem ser cristãos e inclusive, as vezes vão à igreja.
Numa carta que escrevi para eles, disse:

"Vocês fingem ser cristãos,
mas qual dos seus atos estão de acordo com os ensinamentos do Messias (Jesus)?
Ele havia matado pessoas?
Haveria cometido crimes?
Haveria saqueado?
Haveria iniciado guerras para vender armas e assassinar pessoas?
Haveria se tornado um criminoso para encher os bolsos de dinheiro, e aos bolsos de seu partido?

O querido Messias (Jesus) foi o pilar da compaixão e da misericórdia.
Foi inimigo da opressão, das invasões e do crime.
E por causa disso criminosos o crucificaram e o mataram.
Mentem quando dizem ser cristãos.
Em que se assemelham as ações deles com o Novo Testamento?
No que se parecem ao Messias?"

Meus queridos, é deles que vem a opressão e a miséria.
O problema da humanidade é a existencia desses políticos corruptos e das superpotências.




Obama não descarta opção militar contra Irã
(eu já vi essa novela antes)



Tags: Irã - EUA - Afeganistão - Mahmoud Ahmadinejad - Guerra - Barack Obama

sábado, 19 de setembro de 2009

Humor: As pequeninas vitórias

A maravilhosa arte de comemorar cada "pequenina" vitória de nossas vidas...

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Filme: O Último Rei da Escócia


Na minha opinião, um filme para almas fortes...
lembrando que força não exclui sensibilidade, é claro!


"Impactante!" - O Globo No papel de Idi Amin, o ditador de Uganda, Forest Whitaker nos brinda com "uma das melhores interpretações da história do cinema moderno" (The Wall Street Journal), uma interpretação considerada pela Associated Press como "nada menos do que digna de um Oscar®". Esta é a incrível história de Amin vista através dos olhos de Nicholas Garrigan (James McAvoy), um jovem escocês que foi médico pessoal do instável líder, em parte devido à inesperada paixão de Amim pela cultura escocesa - Amin até se autoproclamou "O Último Rei da Escócia". Seduzido pelo carisma de Amin e cegado pela decadência, a vida dos sonhos de Garrigan torna-se um pesadelo de traição e loucura do qual não há fuga. Inspirado em pessoas e acontecimentos reais, esta história de grande impacto e cheia de suspense é repleta de interpretações inesquecíveis.


Forest Whitaker interpretando Amin



Minhas Frases Favoritas do Filme:

[Amin] "Talvez eu vista um uniforme de General, mas no fundo, eu sou um homem simples como vocês... Sei quem são vocês e tudo o que são. Eu sou vocês!"

[Amin] ...um homem que demonstra medo é fraco, ele é um escravo.
[Nicholas] Ter medo de morrer não seria um sinal de que sua vida é valiosa?

[Amin] Você devia ter me dito para não expulsar os asiáticos daqui !!!
[Nicholas] Mas eu disse... Não se lembra???
[Amin] Mas você não me persuadiu Nicholas
Você NÃO me persuadiu !!!!!!!!!!!!

Esse último diálogo é muito interessante... se você tem certeza de algo, faça sua alma transformar em palavras CADA pensamento !!


Amin e Nicholas





Trailer



Caso queira ler a biografia do verdadeiro Idi Amin Dada clique AQUI



No video abaixo segue algumas imagens do verdadeiro Amin. Quem assistir o filme e depois der uma olhada aqui com certeza irá entender porque Forest Whitaker levou a estatueta de melhor ator daquele ano.





Ah.... qualquer semelhança com o cidadão pertencente aos Trapalhões é mera coincidência hehe




Tags: Ditatuda - Uganda - Filme - Drama - Guerra


segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Filme: A Lista de Schindler


Este filme é considerado por Steven Spielberg e pela crítica como sendo a sua obra-prima, um dos dez maiores filmes de hollywood, um verdadeiro clássico contemporâneo que não podemos deixar de assisti-lo. Spielberg levou a estatueta de melhor filme e melhor diretor. Por conta de ser um documentário sobre o holocausto, este filme chega a ser difícil e doloroso em certos momentos, mas existem verdadeiras jóias raras (em forma de frases curtas e diálogos) em determinadas partes... sendo assim, escolhi algumas e coloquei aqui, espero que gostem:


"Dizem que uma hora de vida ainda é vida"

"[Amon] Scherner me contou uma coisa sobre você...
[Schindler] O quê?
[Amon] Que você sabe o que é gratidão.
Que para você não é uma coisa vaga, como é para os outros"

"É a guerra que traz à tona o pior das pessoas. Nunca o bom, sempre o ruim, sempre o ruim"

"A verdade Helen, é sempre a resposta certa"

"Gostaria tanto de... estender o braço e tocar você em sua solidão."

"Aquele que salva uma vida, salva o mundo inteiro"


Amon e Schindler


Este diálogo abaixo é o meu favorito do filme, faz-nos mudar o nosso conceito de poder:




[Amon] Quanto mais o vejo... eu o observo... nunca se embriaga... isso... isso é controle. Controle é poder. Isso é poder.... Temos o poder de matar... por isso nos temem (referindo-se aos judeus)

[Schindler] Mas isso não é poder. Isso é justiça. É diferente de poder. O poder é quando temos justificativa para matar e não matamos.

[Amon] Isso é poder?

[Schindler] Os imperadores tinham. Um ladrão é trazido ao imperador. Atira-se ao chão pedindo piedade. Sabe que vai morrer. E então o imperador o perdoa... ao homem desprezível ele o liberta!

[Amon] Você está bêbado (num tom sarcástico)

[Schindler] Isso é poder Amon... ISSO .. É ... PODER ... Amon, o Bondoso.

[Amon] Eu o perdôo Schindler (em um tom de brincadeira)




O personagem Oskar Schindler foi interpretado por Liam Neeson, mas achei interessante colocar aqui também a foto do "verdadeiro" Schindler bem como um breve relato de sua vida após o fim da segunda guerra:

O verdadeiro Oskar Schindler

Ao término da guerra, 1200 judeus entre homens, mulheres e crianças foram salvos de perecer em um campo de concentração nazista. Nos últimos dias da guerra, antes da entrada do exército russo na Morávia, Schindler conseguiu ir para a Alemanha, em território controlado pelos Aliados. Ele livrou-se de ser preso devido aos depoimentos dos judeus a quem ajudara.

Passada a guerra, ele e a esposa Emilie foram agraciados com uma pensão vitalícia do governo de Israel em agradecimento aos seus atos humanitários. O seu nome foi inscrito, junto a uma árvore plantada por ele, na avenida Dos Justos do museu do holocausto em Jerusalém, ao lado do nome de outras cem personalidades não judias que ajudaram os judeus durante o Holocausto. Durante a guerra tornou-se próspero, mas gastou o seu dinheiro com a ajuda prestada aos judeus que salvou e com empreendimentos que não deram certo após o término da guerra.

Morreu pobre em Hildesheim na Alemanha no dia 9 de outubro de 1974, com 66 anos de idade. Foi enterrado no cemitério cristão (ele era católico) no Monte Sião em Jerusalém com honras de herói.

Fonte da biografia: Wikipedia

A fábrica (que não era sua) onde salvou os judeus


Seu túmulo em Jerusalém


Tags: Oskar Schindler - Holocausto - 2º Guerra Mundial


quinta-feira, 3 de setembro de 2009

Música: Streets of Philadelphia


Era o ano de 1993 quando escutei pela primeira vez na TV umas das mais belas canções feitas por um artista POP. Esta música aparecia em uma propaganda de uma coletânea denominada "Bruce Springsteen - Greatest Hits". Neste CD havia uma linda música de nome "Streets of Philadelphia", mas não foi somente a beleza da melodia que me cativou... percebi aquela cena do video-clipe onde Bruce caminhava pelas ruas de um bairro pobre de Philadelphia, cabisbaixo, a olhar os seus sapatos envelhecidos pelo tempo e pelos excessivos beijos ao chão... Não poderia deixar de perceber também o seu olhar que não pairava somente no presente, mas também no passado... eu diria até mais no passado do que no próprio presente. Muitos anos depois eu descobriria que quando vivemos muito em um determinado local passamos a fazer parte dele, e que todas as lembranças vividas ali nos abraçam quando novamente nossos corpos voltam a este local. E quanto maior o tempo, mais o abraço se torna aconchegante, envolvente...
A beleza deste clipe me fez ver o poder das coisas simples em nossas vidas e também compreender que podemos identificar esta beleza nos olhos das pessoas. E por falar em olhar... jamais esqueci o que um dia minha Tia Fátima me disse:

"-Michell, eu separo as pessoas pelo olhar.
-Como assim Tia?
-Não percebes? Existem somente dois tipos de pessoas,
aquelas que possuem um algo a mais no olhar
e aquelas que não possuem este algo a mais no olhar"


video


No dia desta conversa foi que compreendi porque o clipe desta música me cativara tanto... foi justamente porque Bruce possuia este algo a mais no olhar, ele enxergava além...
Acho que já devo ter escutado esta música 1 zilhão de vezes mas sempre quando a escuto parece que é a primeira vez, me dá uma sensação tão boa de caminhar no passado... escutar a voz de todos os meus amigos que faz tempo não as ouço... e neste passado eu danço com a felicidade... ah sim... por três minutos de dezesseis segundos... eu danço com a felicidade.


Letra da Música (Tradução)

Ruas da Filadélfia

Eu estava machucado e ferido
e não podia dizer o que eu sentia
Eu estava irreconhecível pra mim mesmo
Eu vi meu reflexo em uma janela
Eu não conhecia minha própria face
Oh, irmão, você vai me deixar
morrendo nas ruas da Filadélfia

Eu percorri a avenida até que minhas pernas
sentissem como pedra
Eu ouvi as vozes de amigos desaparecidos e sumidos
À noite eu podia ouvir o sangue nas minhas veias
Tão negro e sussurrante como a chuva
nas ruas da Filadélfia

Nenhum anjo vai me saudar
É apenas você e eu, meu amigo
E minhas roupas não me cabem mais
Eu andei mil milhas
só para escapar da minha pele

A noite caiu, eu estou deitado acordado
Eu posso me ver desaparecendo
Então me receba, meu irmão, com seu beijo sem destino
ou nós vamos deixar um ao outro sozinhos desse jeito
nas ruas da Filadélfia



Também não poderia deixar de colocar aqui a início do filme "Philadelphia" com Tom Hanks. A introdução do filme (inspirada no video-clipe) tornou-se um dos mais belos inícios de filme que já na minha vida:

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Humor: Em situações adversas....


"Relaxa que eu tenho um plano !!!!"



sexta-feira, 21 de agosto de 2009

20 Anos Sem Raul Seixas

Imagem do LP "O Início, o Fim e o Meio"

20 anos sem raulzito, parece até que foi ontem... me lembro quando eu era menino vendo na TV as cenas do seu velório, o seu caixão passando por cima da multidão, nunca esqueci aquela cena... Talvez porque o próprio destino tivesse reservado em meu coração um lugarzinho para aquela alma que iria acompanhar meus pensamentos em vários momentos de minha vida.
Na fazenda onde passei a minha infância descobri um LP entitulado "A Arte de Raul Seixas" , e confesso que este LP foi o melhor amigo que pude ter naquala fase da minha vida. Nas suas letras encontrava a mensagem para o homem e para o menino. Eu caía na risada escutando "Mosca na Sopa", "Peixuxa", eu sentia o poder de um sonho nas letras de "Gita", "Metamorfose Ambulante", mas também sentia meu coração tentando descobrir a si mesmo em "A Hora do Trem Passar", "O Homem" e "Medo da Chuva"... O tempo passou e fiquei admirado porque não somente eu havia sentido coisas tão belas, mas toda uma multidão compartilhava dessa mensagem maravilhosa que o Raul havia deixado. Deixo aqui o meu singelo agradecimento a esta alma, que mesmo sem me conhecer, foi um grande amigo que jamais vou esquecer e... quando chegar a minha hora de pegar o trem, espero muito que você Raul, esteja me esperando na estação.

LP "A Arte de Raul Seixas"


Eu na Fazenda Rioverdinho onde passei minha infância
escutando Raulzito, há dez mil anos... ops, quer dizer, há 20 anos atrás


20 anos se passaram e ainda existe o velho
grito na garganta: "Toca Raul !!!"
[O local da foto é o mesmo da anterior]


Minha coleção completa dos LPs do Raul. Comecei a colecionar
com 9 anos de idade e isto me custou dinheiro do lanche da escola
e muitos outros sacrificios infantis hehe




Seguem algumas pérolas da obra de Raul Seixas, assim como a carta de Paulo Coelho em sua despedida ao amigo:



Frases:

"E quão longa é a noite, a noite eterna do tempo
se comparada ao curto sonho da vida"

"Sonho que se sonha só, é só um sonho que se sonha só,
mas sonho que se sonha junto é realizade"

"Tenha fé em Deus tenha fé na vida,
tente outra vez !!!"

"E o grande milagre não será mais ser capaz de andar nas nuvens ou caminhar sobre as águas.
O grande milagre será o fato de que todo dia, de manhã até a noite,
seremos capazes de caminhar sobre a terra."

"O Universo me espanta e não posso imaginar que este relógio
exista e não tenha um relojoieiro (Deus)"

"Deus é aquilo que me falta para
compreender o que não compreendo"

"Nunca é tarde demais pra começar tudo de novo"





Carta:

"Houve um tempo em que acreditar em sonhos era perigoso. Pois foi justamente nesta hora que toda uma geração resolveu sonhar, desafiando o perigo. E você não apenas viveu este sonho, mas quiz contar como ele era. Você sabia que era preciso ser persistente para sonhar; e por causa disto, largou tudo e veio para o Rio. Construiu sua carreira de produtor musical, e podia ter vivido o resto de sua vida assim.
Mas o segredo dos vencedores é, justamente, começar de novo. O trono do apartamento, a boca escancarada cheia de dentes.. não significava mais nada. E novamente você largou tudo, porque sabia que os sonhos mostram horizontes infinitos. Você sabia que era preciso ser romantico, para sonhar. E eu o vi esperando uma pedra crescer em Dias D´Avila, conversando com os bêbados em New York, tocando violão numa avenida deserta de Brasília.
Você sabia que era preciso não ter limites, para sonhar. E eu o vi caminhando por lugares onde outros tinham medo, correndo, correndo riscos - embora muitas vezes os lugares fossem escuros demais - e pagando, sem reclamar, o preço da ousadia. Você sabia que era preciso ser louco para sonhar. E eu o vi em Memphis, subindo num palco e cantando para Jerry Lewis. Vi tocando o apartamento do John Lennon, com a mais absoluta certeza que ele iria nos atender.
"São Paulo dizia que era preciso ser louco, para se tornar sábio", era o seu comentário. Você sabia que sonho que se sonha junto é realidade, e dividiu tudo isso, para que as pessoas nunca desistissem de sonhar. "

Paulo Coelho



terça-feira, 18 de agosto de 2009

Meu blog é viciante




Gostaria de agradecer imensamente o selo recebido pelo blog Gênio da Noite !!!

Para você que recebeu o meu, estas são as regras:

1- Coloque o selo no seu blog
2- Indique para 10 blogs que você considera extremamente viciantes!
3- Informe aos indicados
4- Dizer 3 coisas que pretende fazer no futuro, que são:

Contribuir para um mundo melhor, visitar a cidade de Philadelphia, ser professor.

meus indicados são:

http://viagemmaionese.blogspot.com/
http://ndbandeira.blogspot.com/
http://www.dicasparablogs.com.br/
http://marcosarosio.blogspot.com/
http://ocolecionadordehistorias.blogspot.com/
http://ondeestaofuturo.blogspot.com/
http://www.anovaordemmundial.com/
infelizmente não sei mais algum...


segunda-feira, 17 de agosto de 2009

História: O Caipira e os Três Cachorros



Marizete Lorenzo conta a história de um caipira que ganhou três cachorros e resolveu levá-los para a fazenda onde vivia.Colocou coleiras e amarrou-os atrás do carro de bois que os levaria até lá.O primeiro cão ia à força, mordida a corda, caía, era arastado...O segundo resignou-se e seguiu o carro de bois . O terceiro,porém, pulou para dentro da carroça, dormiu e chegou descansado ao seu destino.



" Quando resistir é inútil, o melhor é adaptar-se. O mais sábio é aquele que consegue tirar proveito das circunstâncias e fazer com que elas funcionem a seu favor".




terça-feira, 11 de agosto de 2009

Filme : 2012


O filme ‘2012 – Catástrofe’, do diretor Roland Emmerich, especialista em filmes apocalípticos, como Independence Day, e O Dia Depois de Amanhã está previsto para estrear mundialmente em 13 de novembro de 2009.

Sinopse:Em 2012, quando desastres naturais começam a destruir a Terra, pesquisador acadêmico lidera um grupo de pessoas numa luta para evitar esses eventos apocalípticos que foram previstos num antigo calendário dos povos Maias e que pode culminar com o fim da civilização.”

A polêmica sobre o fim do mundo em 2012 está cada vez mais debatida, mas deve ficar mais ainda depois do filme que vai se basear na teoria do calendário maia que diz que o fim do mundo acontecerá em 21 de Dezembro de 2012. Se você não conhece a teoria do fim do mundo 2012 e está curioso, visite o site:


As profecias para o ano de 2012 são muito curiosas e, segundo alguns, matematicamente precisas de acordo com o calendário maia. Muitos dos acontecimentos atuais estavam previstos pelos maias, inclusive o apocalipse, que a bíblia e Nostradamus também citam, segundo alguns especialistas no assunto.

O filme promete ser uma grande representação catastrófica do que prevê o calendário maia e muitos outros profetas do passado, mas aí já fica à critério da crença pessoal de cada um. O fato é que o filme ‘2012' irá mostrar eventos que estão acontecendo, como mudanças climáticas, inundações, Tsunamis, terremotos e diversos outros fenômenos catastróficos em grande escala.


Para além de qualquer julgamento que se possa fazer ao filme, um aspecto importante é observar como 2012, assim como qualquer outro filme sobre catástrofes que se propõe a mostrar eventos que ameaçam a existência humana, se utiliza da lógica do espetáculo, através de uma superprodução recheada de efeitos visuais impecáveis.


domingo, 9 de agosto de 2009

Um único momento...

Sorato, jogador reserva do C.R. Vasco da Gama em 1989


Com todo respeito aos torcedores do São Paulo F. C. , mas... há dias atrás estava revendo o gol do Sorato na final do Brasileirão de 89... Aquele momento foi o mais marcante em toda a sua carreira futebolística. Mas parece que naquele dia havia percebido algo... Logo em seguida ao gol prestei bastante atenção na sua comemoração... ele pulava feito uma criança que havia sido sorteada para ir à Disney World com todas as despesas pagas... Parecia até que eu conseguia ver a felicidade transbordando de dentro do seu coração... felicidade tamanha que tomara conta de todo o seu ser, que transbordava de tal forma que fora como se essa propria felicidade quisesse tomar o coração de todos aqueles que vibravam com ele... E ao perceber isto, revi a sua comemoração cerca de vinte vezes.... revi... revi.... voltava a cena dele pulando toda vez... aquela cena me envolveu por completo. É dificil imaginar que ele tivera algum momento mais feliz que este em toda a sua vida... pode ser que tenha acontecido, mas eu acho "muuuuuito" difícil. Sendo assim, me veio uma pergunta em mente que até hoje não achei a resposta.. mas se houver alguém que saiba... por favor me diga... E como ainda não sei a resposta, continuo me perguntando:


""Será que toda nossa vida é apenas um prelúdio para um único momento ?""


sábado, 8 de agosto de 2009

11 de Setembro, o dia que ainda não terminou


Como o nome do blog é "Alimento para a Alma", achei interessante fazer um post que colocasse os leitores a par de algumas informações que "com certeza" a mídia não faz muita questão de comentar. Os atentados de 11 de Setembro para a maioria das pessoas já foi esclarecido em virtude do fechamento do "Relatório da Comissão 11 de Setembro" disponível
AQUI para download, mas... desde a sua publicação ficaram muitas dúvidas no ar. No início deste ano assisti um documentário muito interessante sobre o assunto, denominado Zeitgeist - O Filme (lê-se: tzait "bem rápido", fiz questão de colocar isto aqui em homenagem ao Marcão que vive me corrigindo toda vez que pronuncio esta palavra alemã, ou tento.... ). Maiores informações sobre a origem deste filme está disponivel aqui. O documentário é "recheado" de depoimentos de pessoas dizendo terem ouvindo barulhos de explosões antes dos aviões colidirem, ainda conta com depoimentos de diversos engenheiros falando da hipotese de "implosão" dos mesmos, bem como informações dizendo que o sistema de segurança dos EUA já sabia da ameaça. São muitos detalhes que passaram despercebidos mas que nos levam a duvidas sobre quem realmente é o vilão da história....



O documentário sobre as torres gemeas dura cerca de 30 minutos e está disponivel nos videos abaixo. Importante ressaltar que a versão do Governo dos Estados Unidos nós já sabemos, então... que possamos também ver a sua refutação:










A VERDADE é um dos maiores alimentos que nossa alma pode ter, quer seja ela dificil de compreender ou não, mas é muito importante que a cada dia continuemos buscando-a por nós mesmos e não aceitando "imposições" quer seja da mídia, governo ou instituição. Busquemos fontes de informações variadas... Tudo isto para que não possamos correr o risco de chegarmos ao final de nossas vidas vivendo como a nossa querida personagem "Alice - No País das maravilhas"... num mundo de pura ilusão.



Ainda não temos a verdade absoluta sobre o assunto, mas que continuemos procurando-a, que possamos analisar os "dois lados da moeda", e concluirmos por nós mesmos. Pois é de nossas conclusões e de nossas posturas ante a estes acontecimentos que depende o mundo em que nossos filhos viverão. Fica uma frase de reflexão pra todos nós:

"Não alcançamos a liberdade buscando a liberdade,

mas sim a verdade.

A liberdade não é um fim,

mas uma consequência."


Leon Tolstoi


sábado, 1 de agosto de 2009

Musica: Historia do ABBA

O cantor e guitarrista Björn Ulvaeus e o tecladista Benny Anderson se conheceram num concurso para bandas amadoras promovido por uma rádio sueca, Björn era integrante do Grupo Hootenany Singers e Benny do Grupo Hep Stars. Passaram, então, a cantarem juntos. Logo depois, com a entrada de Agnetha Fältskog e de Anni-Frid Lyngstad (Frida) estaria formado um dos maiores grupos da pop music mundial, o ABBA.

A partir daí, esses quatro escandinavos ganhariam o mundo com sucessos que marcariam época. Com canções como Fernando, Chiquitita, Knowing Me, Knowing You, Dancing Queen e muitos outros hits! Fizeram sucesso por toda a década de 70, quando em 1978 o grupo sofre o seu primeiro abalo: Björn e Agnetha se divorciam e justo no mesmo ano do casamento de Benny e Frida. Porém, o grupo segue carreira e tem no início dos anos 80 o auge de sua carreira com canções como: The Winner Takes it All e Super Trouper.

Em 1981, o grupo sofre um novo abalo com outro divórcio, agora, o de Benny e Frida. Com isto, a separação do grupo se torna inevitável e pouco tempo depois, finalmente se separam selando com isto a história do ABBA. Depois da separação, Benny e Björn continuam cantando juntos, Frida segue em carreira solo e Agnetha, também se arrisca em carreira solo, para logo depois se manter em reclusão em sua fazenda, em Estocolmo.

No entanto, o legado que este grupo deixou é suficiente para manter a chama do ABBA incandescente por várias gerações, através de fãns que se dedicam mostrando um pouco da história deste grupo que em tão pouco tempo se tornou uma lenda e que todos conhecem por ABBA. Agnetha, Björn, Benny e Anni-Frid, o ABBA, quatros iniciais que juntas se tornaram o ícone da música pop mundial



The Winner Takes It All




quinta-feira, 30 de julho de 2009

Filme: O Homem Elefante

Um filme muito interessante pra quem quer aprender a enxergar as pessoas sem preconceitos ou distinções quer sejam culturais, raciais, religiosas, etc. Não digo que é um "filmaço", mas sim uns 90 minutinhos de uma dura lição sobre o assunto. Baseado em fatos reais e filmado em 1980 (em preto e branco). Segue a sinopse e alguns comentarios da crítica:


Sinopse:

A história de John Merrick (John Hurt), um desafortunado cidadão da Inglaterra vitoriana que era portador do caso mais grave de neurofibromatose múltipla registrado, tendo 90% do seu corpo deformado. Esta situação tendia fazer com que ele passasse toda a sua existência se exibindo em circos de variedades como um monstro. Inicialmente era considerado um débil mental pela sua dificuldade de falar, até que um médico, Frederick Treves (Anthony Hopkins), o descobriu e o levou para um hospital. Lá Merrick se liberou emocionalmente e intelectualmente, além de se mostrar uma pessoa sensível ao extremo, que conseguiu recuperar sua dignidade.




Crítica:

O Homem-Elefante é um belo ensaio sobre o que nos define como seres humanos. Se diante do comentário de Sartre que o olhar dos outros nos coisifica, ficamos com a observação de Merleau Ponty que diz que é no nosso olhar para o outro que encontramos nossa humanidade.



Curiosidades:

Baseado em manuscritos do dr. Frederick Treves ("O Homem-Elefante e outras reminiscências" de Sir Frederick Treves e, em parte, no "Estudo da Dignidade Humana" de Ashley Montagu), o anatomista que o descobriu em um circo de aberrações e o internou em um hospital, vivido nas telas pelo premiado Anthony Hopkins (de "O Silêncio dos Inocentes"), traz John Hurt no papel principal e Anne Bancroft, como a Sra. Kendal, outro importante personagem na vida de Merrick.

O verdadeiro nome do Homem-Elefante era Joseph Merrick, e não John Merrick. A troca de Joseph por John foi feita por Frederick Treves em seus manuscritos, por motivos desconhecidos.




Poema escrito por Isaac Watts que Joseph Merrick usava em suas cartas:

"De facto, a minha aparência é algo medonha,
mas censurar-me é censurar a Deus.
Pudesse eu recriar-me novamente,
não te decepcionaria.
Pudesse eu abarcar o mundo de pólo a pólo
ou abraçar o oceano num amplexo,
seria medido pela minha alma,
a base da mente do homem."



.

sexta-feira, 17 de julho de 2009

O Pequeno Príncipe




Interessante o caminho que certas coisas tomam para que cheguem em nossas vidas...


Semana passada eu estava navegando na net e estava atento às homenagens que estavam acontecendo para o Michael Jackson. Resolvi então ver o discurso feito pela atriz Brooke Shields.... e acabei por ver muito mais que um discurso, acabei encontrando um roteiro de como enxergar as coisas, aliás, com "o que" devo enxergar as coisas...



O trecho que menciono está nessa faixa de tempo do video: 5min 40seg até 6min 40seg. Não é necessário carregar o video todo.


A atriz fez uma referencia de um livro chamado "o pequeno principe" de Antoine de Saint-Exupéry. Seguem algumas informações do livro:

Le Petit Prince, conhecido como O Principezinho em Portugal e O Pequeno Príncipe no Brasil, é um romance de Antoine de Saint-Exupéry publicado em 1943 nos Estados Unidos. A princípio, aparentando ser um livro para crianças, tem um grande teor poético e filosófico. É o livro francês mais vendido no mundo, cerca de 80 milhões de exemplares, e entre 400 a 500 edições. Também se trata da terceira obra literária (sendo a primeira a Bíblia e a segunda o livro o peregrino) mais traduzida no mundo, tendo sido publicado em 160 línguas ou dialetos.




Puxa vida, aquele desenho animado, aquele personagem que eu assitia quando criança veio ao meu encontro novamente... como se... estive me relembrando de que um dia eu fui criança, e que era para jamais esquecer isto. Como citado no próprio livro:


"Todas as pessoas grandes foram um dia crianças - mas poucas se lembram disto"




Fiquei sabendo também que a dedicatória deste livro é uma das mais marcantes de todos os tempos. Segue a história que por sinal é muito interessante:

Léon Werth, ensaísta e novelista francês encontrou-se com Saint-Exupery no ano de 1931. Tornaram-se amigos. Eram opostos. Werth era vinte e dois anos mais velho que o amigo, autor de vários livros, tendo sua escrita um estilo surrealista. Nada mais diferente e nada que impedisse essa amizade. Saint Exupery dedicou-lhe dois livros (Carta a um Refém, O príncipe pequeno) e consultou Werth em mais três. Enquanto escrevia "O pequeno príncipe", em New York, Saint-Exupery pensava nos amigos e suas privações por causa da guerra. Teria dito na ocasião que diante da impossibilidade de retirar os amigos da Europa em guerra, preferia juntar-se a eles e assim o fez.
O fim da segunda guerra mundial, Antoine de Saint Exupery não viveu para ver. Em 31 de Julho de 1944, o general Gavoille confia-lhe uma missão. É o seu último vôo. Desaparece sem deixar vestígios.
Leon Werth diria ao fim da guerra: a "paz, sem Tonio (Exupery) não é inteiramente a paz." Leon Werth não leu o livro pelo qual foi em parte responsável senão cinco meses após a morte do seu amigo, quando recebeu edição especial da obra.




Alguns trechos do livro:


"Se alguém ama uma flor da qual só existe um exemplar em milhões e milhões de
estrelas, isso basta para que seja feliz quando a contempla"

"É preciso exigir de cada um o que cada um pode dar"

"Se tu vens, por exemplo, às quatro da tarde, desde as três eu começarei a ser feliz."

"Mas os olhos são cegos. É preciso ver com o coração"




sexta-feira, 3 de julho de 2009

Frases sobre os animais



"Virá o dia em que a matança de um animal será considerada crime tanto quanto o assassinato de um homem." (Leonardo da Vinci)

"A força é o direito dos animais." (Cícero)

"Aquele que conhece verdadeiramente os animais é por isso mesmo capaz de compreender plenamente o caráter único do homem." (Konrad Lorenz)

"A compaixão pelos animais está intimamente ligada a bondade de caráter, e pode ser seguramente afirmado que quem é cruel com os animais não pode ser um bom homem." (Arthur Schopenhauer)

"Não podemos ver a beleza essencial de um animal enjaulado, apenas a sombra de sua beleza perdida." (Julia Allen Field)

"Jamais creia que os animais sofrem menos do que os humanos. A dor é a mesma para eles e para nós. Talvez pior, pois eles não podem ajudar a si mesmos." (Dr. Louis J. Camuti)

"O justo olha pela vida dos seus animais." (Provérbios 12:10)

"A razão de eu amar tanto o meu cachorro é porque quando chego em casa ele é o único no mundo que me trata como seu fosse 'Os Beatles'" (Bill Maher)