domingo, 9 de agosto de 2009

Um único momento...

Sorato, jogador reserva do C.R. Vasco da Gama em 1989


Com todo respeito aos torcedores do São Paulo F. C. , mas... há dias atrás estava revendo o gol do Sorato na final do Brasileirão de 89... Aquele momento foi o mais marcante em toda a sua carreira futebolística. Mas parece que naquele dia havia percebido algo... Logo em seguida ao gol prestei bastante atenção na sua comemoração... ele pulava feito uma criança que havia sido sorteada para ir à Disney World com todas as despesas pagas... Parecia até que eu conseguia ver a felicidade transbordando de dentro do seu coração... felicidade tamanha que tomara conta de todo o seu ser, que transbordava de tal forma que fora como se essa propria felicidade quisesse tomar o coração de todos aqueles que vibravam com ele... E ao perceber isto, revi a sua comemoração cerca de vinte vezes.... revi... revi.... voltava a cena dele pulando toda vez... aquela cena me envolveu por completo. É dificil imaginar que ele tivera algum momento mais feliz que este em toda a sua vida... pode ser que tenha acontecido, mas eu acho "muuuuuito" difícil. Sendo assim, me veio uma pergunta em mente que até hoje não achei a resposta.. mas se houver alguém que saiba... por favor me diga... E como ainda não sei a resposta, continuo me perguntando:


""Será que toda nossa vida é apenas um prelúdio para um único momento ?""


5 comentários:

Guilherme Augusto disse...

Pode ser que sim, mas há momentos igualmente marcantes que também são muito bons - não tanto quanto o "ápice" que você sugeriu, mas bons :)

Eu, Thiago Assis disse...

em 89 ele tava fazendo gol pelo vasco e ainda hj há quem o contrate..
pior, como ele aguenta tanto tempo de futebol?

vale a pena ressaltar:
realmente há momentos q são únicos na vida de cada um, que saibamos aproveitá-los ^^

Naldinha Nunes disse...

Eu creio que sim, pois por mais feliz que tenha sido o momento pode acontecer um outro mais feliz ainda e no fim da nossa trajetória um desses dias terá sido o melhor com certeza e o momento será único, incomparável e inesquecivel, mas acho que esse momento quando ocorre a pessoa sente e sabe que não haverá nada semelhante.

FábioE§¢orpïão disse...

Lembro bem dessa final num sábado à tarde! O futebol em 89 andava bem caído ...

Bom ouvir de novo nomes de alguns jogadores, como Luís Carlos (Wink), bom lateral direito; Marco Antônio Boiadeiro (que brilhou mais no Guarani do q em outros clubes) e, claro, Sorato, que acho que ainda joga até hoje.

Michell Macedo disse...

Fabio , se eu nao me engano o Sorato tá jogando no bacabal do maranhão afff hehe